domingo, 22 de fevereiro de 2009

Viagem de trem

Mas me lembro de uma memorável viagem de trem com 11 anos de idade, de Recife a Maceió, com meu pai. Eu já era altinha, e pelo que se revelou, já meio mocinha. Na viagem de ida - quase um dia inteiro - um rapaz de seus 18 anos lindo de morrer {...} e que tinha os olhos verdes pestanudos de preto, simplesmente veio pedir licença a meu pai para ficar conversando comigo. Meu pai disse que sim. Eu não cabia em mim de emoção.

Do livro Fotobiografia

2 comentários:

' Josєαиє Cosтα* disse...

Olah...sou uma admiradora de Clarice Lispector, por isso resolvii seguir esse blog, vc estah de parabéns, ameii esse blog^^
Fiica com Deus \\*
bjoo's

=]*

Selenita disse...

"Ah, está se tornando difícil escrever. Porque sinto como ficarei de coração escuro ao constatar que, mesmo me agregando tão pouco à alegria, eu era de tal modo sedenta que um quase nada já me tornava uma menina feliz."

Do conto "Restos de carnaval"