sábado, 7 de fevereiro de 2009

Vivo de lado

Não dirijo nada. Nem as minhas próprias palavras. Mas não é triste, é humildemente alegre. Eu, que vivo de lado, sou à esquerda de quem entra. E estremece em mim o mundo.

Água Viva

Um comentário:

donna_sc disse...

amei isso: Eu, que vivo de lado, sou à esquerda de quem entra. =)
beijos