terça-feira, 10 de março de 2009

Bondade

Entendi então que, de qualquer modo, viver é uma grande bondade para com os outros. Basta viver, e por si mesmo isto resulta na grande bondade. Quem vive totalmente está vivendo para os outros, quem vive a própria largueza está fazendo uma dádiva, mesmo que sua vida se passe dentro da incomunicabilidade de uma cela. Viver é dádiva tão grande que milhares de pessoas se beneficiam com cada vida vivida.

A Paixão Segundo G.H

2 comentários:

Duda disse...

"Quem vive totalmente está vivendo para os outros, quem vive a própria largueza está fazendo uma dádiva"

Lindo!

Maria Inácia Bellico disse...

Lindo! Surpreendente. Amo ler estes trechinhos. Adorei: "Viver é dádiva tão grande que milhares de pessoas se beneficiam com cada vida vivida." Fala tudo.

Bjim*