sexta-feira, 6 de março de 2009

Trecho carta às irmãs Tânia e Elisa

Não reparem nessa carta, que parece ter sido escrita amalucadamente. Mas é tão diferente de falar... Sejam felizes que eu serei também. Minha vida está ligada a de vocês.

Minhas Queridas

Um comentário:

Maria Inácia Bellico disse...

Belas palavras! Clarice é surpreendível. Que sensação!

Bjim*